Category Archives: Crónica

Má exibição da equipa traduz em nova derrota em Guimarães

O Santa Clara foi derrotado pelo Vitória de Guimarães por 2-0, a contar para a 10a jornada do campeonato.

A chuva que se fez sentir em Guimarães dissuadiu muita gente a vir ao estádio D. Afonso Henriques, e isso notou-se com a esmagadora maioria dos adeptos na bancada coberta e as outras quase vazias.

A primeira parte foi dominada pela equipa vimaranense, com transições rápidas da defesa para o ataque, remates à meia distância, e quando o Santa Clara tinha a bola, havia 2 ou 3 jogadores a fazerem a pressão sobre o portador da bola. O Vitória de Guimarães inaugurou o marcador, aos 26 minutos, com Alexandre Guedes a aproveitar um passe a abrir por completo a defesa subida do Santa Clara e cruzou para Davidson que cabeceou para o fundo das redes, sem hipóteses para Marco defender.

O Santa Clara defendia com quase todos os jogadores no seu meio campo, faltando depois um contra ataque rápido.

A segunda parte foi mais táctica, o Vitória só tinha de gerir o resultado. As alterações feitas por João Henriques pecaram por tardias, e não pareciam mudar nada no desenrolar da partida. Ukra finalmente fez a estreia, depois de vários meses com sucessivas lesões!! O Santa Clara ainda teve um ou outro remate com algum perigo no decorrer da segunda parte, e nem as bolas paradas salvaram o dia. O Vitória de Guimarães ainda teve tempo para fazer o segundo, aos 80 minutos, de grande penalidade (a segunda concedida pela defesa do Santa Clara nos últimos 2 jogos), por intermédio do internacional português André André.

Resumindo, foi um jogo para esquecer. O pior jogo da época. Um dia mau, acontece a todos. O próximo jogo é para ganhar, uma oportunidade para os jogadores se reerguerem, na taça de Portugal, dia 25 em casa com o Chaves.

Nós acreditamos em vocês!!!

Anúncios

Um golo bastou para o Santa Clara segurar os 3 pontos e subir na tabela

O Santa Clara venceu hoje o Chaves por 1-0 num jogo a contar para a 7a jornada do campeonato. O Santa Clara começou a partida a todo o gás e podia ter marcado o golo logo no primeiro minuto não fosse o guardião flaviense a evitar o autogolo de Paulinho. Aos 5 minutos houve um lance duvidoso na área do Chaves, em que Bruno Lamas cai na área e se queixa de uma entrada do defesa do Chaves, mas o árbitro nada assinalou mesmo ter tido a ajuda do vídeo árbitro. A primeira parte foi fértil em jogadas perigosas para ambas as equipas com destaque para um cabeceamento de Rashid para a defesa de Ricardo, e ainda para um cruzamento de Perdigão, Marco deixa a bola bater na relva e teve de se esticar para a defender.

A segunda parte foi mais equilibrada no que toca ao futebol praticado pelas duas equipas. Porém o Santa Clara não abdicou de atacar a baliza contrária e Pineda quase inaugurava o marcador aos 59 minutos, só que Ricardo segurou a bola. O mesmo se pode dizer do Chaves que aos 64 minutos tentou marcar, imitando aquilo que o Santa Clara fez em jogos anteriores e com sucesso, isto é: lançamento longo para a área e um remate à baliza, só que Fábio Cardoso esteve no sítio certo e evitou o golo do Chaves.

O que faltava no jogo era o golo e esse só surgiu aos 73 minutos por intermédio de Fernando Andrade que fuzilou as redes da baliza flaviense.

O Santa Clara subiu à condição para a sexta posição da tabela classificativa. O próximo jogo a contar para o campeonato será fora frente ao vencedor da taça de Portugal, o Desportivo das Aves, no dia 27.

Portimonense com pontinha de sorte empata com o Santa Clara

O Santa Clara empatou hoje com o Portimonense a duas bolas num jogo a contar para a terceira jornada do campeonato.

O Santa Clara depressa se adiantou no marcador com Fábio Cardoso a cabecear para as redes algarvias após um lançamento longo de Patrick Vieira aos 5 minutos de jogo. O Portimonense foi à carga procurando o golo do empate, mas o guarda redes Marco esteve em destaque a defender remates perigosos à sua baliza, mantendo o resultado ao intervalo em 0-1.

O Portimonense entrou para a segunda parte como acabou a primeira, com ganas de marcar e conseguiu fazê-lo aos 49 minutos após um remate de Ewerton à barra, Marco não conseguiu chegar à bola, deixando a baliza aberta para Bruno Tabata fazer o golo do empate. O Portimonense não demorou muito a fazer o 2-1 por intermédio de Wilson Manafá num remate cruzado pela esquerda sem hipótese para Marco aos 64 minutos de jogo. Se houve algo que se notou no jogo do Santa Clara frente ao Sporting de Braga foi a reação à desvantagem no marcador, e isso veio a repetir-se através de um canto no minuto a seguir ao golo do Portimonense, e por ironia foi o próprio Wilson Manafá a cabecear para a sua própria baliza. O Portimonense esteve perto de fazer o 3-2 aos 88 minutos mas o remate de Wellington saiu ao lado da baliza, fixando o resultado final em 2-2.

O Santa Clara jogará em casa frente ao Boavista no sábado às 18 horas (hora local) a contar para a 4a jornada do campeonato.

Uma nota para destacar as estreias de Anderson Carvalho, Mamadou Candé (que entrou para o lugar do lesionado Patrick Vieira) e do mundialista Abidel Arroyo com a camisa do Santa Clara e também para o regresso de Minhoca à primeira divisão após ter representado o Paços de Ferreira antes de jogar no Santa Clara.

Primeira parte para esquecer, segunda parte de sonho, assim foi o primeiro jogo em casa do Santa Clara

O Santa Clara empatou com o Sporting de Braga 3-3 num jogo de loucos.

A equipa da casa até começou bem a partida com lances de algum perigo para a baliza bracarense mas foi o Braga a adiantar-se no marcador por intermédio de Pablo aos 24 minutos através de um canto. Nem 5 minutos tinham passado e Wilson Eduardo aproveitou uma hesitação de João Lucas e Marco para fazer o 2-0. Aos 39 minutos timoneiro do Santa Clara, João Henriques sentiu a necessidade de efectuar uma alteração ao substituir o capitão Pacheco para fazer entrar Fernando Andrade, que regressa de lesão. Um minuto depois Dyego Sousa desferiu um remate indefensável para a baliza da equipa da casa, fazendo o 3-0. Foi uma primeira parte que virou pesadelo para o Santa Clara.

O Santa Clara entrou de cara lavada para a segunda parte e Thiago Santana marcou logo aos 46 minutos, através de um cruzamento de Patrick Vieira, sendo o primeiro golo do Santa Clara na Liga NOS. O festival de golos não ficava por aqui, porque Zé Manuel aproveitou o passe do Thiago Santana para fazer o 2-3 aos 60 minutos. Thiago saiu lesionado e não conseguiu evitar as lágrimas após ser substituído por Alfredo Stephens. O jogo parecia estar ter o golo do empate, e este surgiu num canto com Fábio Cardoso a marcar de cabeça aos 65 minutos. Aos 80 minutos, Patrick Vieira ainda tentou a sua sorte num livre directo mas Matheus defendeu e o resultado não viria a alterar até ao final da partida. O Santa Clara joga no sábado em Portimão frente ao Portimonense.

Por fim uma palavra de apreço aos jogadores do Santa Clara que não desistiram mesmo estando a perder 3-0 ao intervalo e dando um presente aos adeptos açorianos com um empate épico.

Penalti no último minuto dá derrota para o Santa Clara no regresso à primeira liga

O Santa Clara perdeu esta tarde diante do Marítimo por 1-0 num jogo que marcou o regresso da equipa de Ponta Delgada à primeira divisão 15 anos depois. De realçar que a partida não teve direito a vídeo árbitro devido à impossibilidade da equipa de arbitragem nomeada para a partida de aterrar na Madeira, tendo o jogo sido arbitrado por um árbitro local.

A primeira parte foi rica em oportunidades de golo para ambas as equipas com destaque para o remate do avançado do Marítimo, Joel que bateu no poste e também para o remate de Thiago Santana que bateu na barra após um desvio decisivo do guarda redes da equipa da casa.

A segunda parte foi mais morna, com as equipas a faltarem frescura física e as substituições surgiram numa fase tardia do jogo. O árbitro deu 5 minutos de tempo extra para além dos 90 regulamentares, e uma abordagem à bola com o braço de Patrick deu origem ao castigo máximo no último minuto da partida. O recém entrado Rodrigo Pinho deu a vitória para os madeirenses.

Esta não era de todo a forma como o Santa Clara queria começar o campeonato. O próximo jogo será em casa diante do Sporting de Braga, no domingo dia 19.

Santa Clara ganha no último jogo de pré época

O Santa Clara ganhou ontem ao Sporting Ideal por 3-1 num jogo que se realizou em casa e que serviu para testar o sistema de vídeo árbitro. A partida contou com a presença de cerca de 200 pessoas nas novas bancadas do estádio de São Miguel.

Alfredo Stephens abriu o marcador aos 28 minutos após um cruzamento de Patrick Vieira. O mesmo Patrick fez o 2-0 dois minutos depois num remate na grande área. Em cima do intervalo, Denis Pineda fez o 3-0 numa recarga após o guarda redes da equipa adversária ter defendido um remate de Zé Manuel.

Ambos os treinadores efectuaram alterações aproveitando para dar alguns minutos a jogadores menos utilizados no decorrer da segunda parte. O Sporting Ideal começou a atacar a baliza do Santa Clara até que surgiu o golo de honra para a equipa da Ribeira Grande aos 64 minutos por intermédio de Gedson. O Sporting Ideal ameaçou várias vezes o 3-2 e aos 76 minutos pediram grande penalidade devido a uma alegada falta na área sobre Paulo César. O árbitro do encontro nada assinalou, seguindo as indicações do vídeo árbitro para prosseguir com a partida.

O Santa Clara irá realizar o seu primeiro jogo a contar para o campeonato no domingo à tarde frente ao Marítimo no Estádio dos Barreiros.

Onze titular do Santa Clara: Marco, Patrick Vieira, Fábio Cardoso, Kaio Pantaleão, João Lucas, Osama Rashid, Anderson Carvalho, Zé Manuel, Thiago Santana e Alfredo Stephens.

Suplentes utilizados: Serginho, João Lopes, Rui Silva, Accioly, Diogo Santos, Pacheco, Minhoca, Mamadou Candé, César, Bruno Lamas e Ousmane Soutoura.

Treinador : João Henriques

Onze titular do Sporting Ideal : João Cunha, Mateus, Ricardo Carvalho, Grilo, Hugo Simões, Pami, Cissé, Dani, Pereirinha, Jonathan e Homero.

Suplentes utilizados: Imerson, Igor, Artur, Ventura, Paulo César, Hugo Santos, Xéxé, Paulo Dinarte, Filipe e Gedson.

Treinador : Paulo Meneses

Árbitro : André Narciso

Vídeo árbitros : Bruno Paixão e Hélder Malheiro

Santa Clara ganha em jogo de apresentação do Praiense

O Santa Clara venceu ontem na deslocação à Terceira o Praiense por 1-0 com um tento de Thiago Santana aos 15 minutos de jogo, aproveitando um erro defensivo da equipa da casa. Esta partida serviu para testar aquele que poderá ser o onze base da equipa para o campeonato com destaque para o guarda redes João Lopes que se estreou na baliza. O próximo jogo será amanhã contra a equipa do Sporting Ideal em casa, que servirá acima de tudo para testar o sistema de vídeo árbitro.

Onze inicial do Praiense: Mário Freitas, Luciano Serpa, Breno, Diogo Moniz, Itto Cruz, Vitinha, Forbs, João Peixoto, Celso Raposo, Magina e Kiko.

Suplentes utilizados: Leo Turossi, Diogo Careca, Fonseca, André Martins e Ricardo Barbosa. Treinador: Francisco Agatão

Onze inicial do Santa Clara: João Lopes, Patrick, Accioly, Fábio Cardoso, Mamadou Candé, Pacheco, Osama Rashid, Bruno Lamas, Denis Pineda, Zé Manuel e Thiago Santana.

Suplentes utilizados: Rui Silva, Diogo Santos, Minhoca, Alfredo Stephens, Kaio Pantaleão e Anderson Carvalho Treinador: João Henriques

« Entradas Mais Antigas