Açor desfalcado

Este domingo pelas 16h há um duelo insular entre Santa Clara e Nacional. Este jogo vai-se realizar no terreno dos madeirenses e vai contar para a 6ª jornada da Liga NOS.

Os açorianos chegam a esta partida desfalcados, especialmente no setor defensivo, tendo como baixas confirmadas: Accioly (lesionou-se na última jornada, na derrota frente ao Rio Ave (1-3)), João Lucas cumpre castigo e Patrick Vieira está em dúvida. Importante referir que Accioly não vai pisar os relvados nas próximas 4 a 6 semanas.

Contrastando com a formação açoriana, o Nacional chega a este jogo após o empate forasteiro frente ao Feirense (0-0).

Posto isto, podemos olhar para a forma que as equipas apresentam, tendo em conta os seus últimos cinco jogos. Primeiramente, o Nacional não apresenta um registo positivo, apresentando apenas 1 vitória, 2 derrotas e 2 empates. Realça-se que estão há 3 jogos consecutivos sem vencer (DVDEE).

O Santa Clara apresenta um registo muito similar ao dos alvinegros, tendo também conquistado os 3 pontos em apenas uma ocasião e apresentando 2 derrotas e 2 empates (DEEVD). Conclui-se que as equipas estão num “pé de igualdade”, mesmo no que diz respeito à questão pontual: Santa Clara (12º classificado – 5 pontos); Nacional (15º classificado – 4 pontos).

Concluindo, resta apenas analisar o histórico entre as duas equipas. O Nacional apresenta uma clara vantagem sobre o Santa Clara, apresentando num total de 8 confrontos, 5 vitórias contra apenas 1 da formação de Ponta Delgada. Os restantes jogos resultaram em empates.

Antecipa-se então um jogo muito disputado, devido ao equilíbrio que as equipas apresentam entre elas.

Antevisão (treinador)

Na antevisão feita por João Henriques a este jogo, ficaram algumas intervenções que valem a pena destacar.

O timoneiro da equipa açoriana distinguiu o Nacional dos adversários anteriormente defrontados em jogos fora, tendo referido então que esta: “É uma equipa que também tem 11 golos sofridos e está a pagar a fatura do natural crescimento de uma passagem de uma 2.ª para a Liga, de jogadores novos, e tem sido algo vulnerável com os golos que tem sofrido, não se parece nada com aquilo que é o Marítimo ou o Portimonense”.

O técnico frisou que espera um jogo difícil e disse: “Vamos tentar conquistar pontos, é um campo tradicionalmente difícil, os ‘grandes’ e, de vez em quando, também escorregam. É o próximo é o mais importante de todos, é o que tem pontos em disputa”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s