Monthly Archives: Setembro 2018

O azar bateu à porta para dar a primeira derrota caseira do Santa Clara

O Santa Clara foi hoje derrotado em casa pelo Rio Ave 1-3 num jogo a contar para a 5a jornada do campeonato.

A primeira parte até nem começou mal, com Patrick a marcar um livre direto e o guarda redes do Rio Ave estava numa tarde inspirada, evitando o golo da equipa visitada aos 11 minutos. Mas o jogo estava morno com uma oportunidade ou outra para ambas as equipas marcarem mas sem sucesso, com destaque para um lance perigoso de Gabrielzinho aos 36 minutos com Marco a tirar a bola dos pés do avançado da equipa vilacondense. O guarda redes do Rio Ave, Léo Jardim não ficou nada atrás e fez duas defesas aos 42 minutos ao defender os remate de Fernando Andrade e de Alfredo Stephens, e depois aos 44 o remate de Zé Manuel. Pouco antes do final da primeira parte, o capitão da equipa Accioly lesionou-se, forçando a substituição, e passou a braçadeira de capitão a Osama Rashid.

A segunda parte desenrolou-se de forma diferente da primeira com o Santa Clara por cima do jogo com várias ocasiões para inaugurar o marcador, mas seria o Rio Ave a fazê-lo aos 69 minutos pelo jogador emprestado pelo Nápoles, Vinícius. Minutos depois Galeno faz o segundo aos 74. O timoneiro do Santa Clara lançou Clemente para tentar evitar a derrota, naquele que foi uma estreia há muito aguardada por ele na primeira liga. O Santa Clara acabaria por reduzir através de um livre de Rashid e o Vinícius que tinha marcado pelo Rio Ave acabaria por introduzir a bola para a própria baliza. O Rio Ave acabaria por ficar reduzido a 10 jogadores, após a expulsão de Junio Rocha por acumulação de amarelos. Para lá do tempo regulamentar, João Lucas foi expulso após travar o jogador do Rio Ave que se encontrava isolado em direção à baliza de Marco. O Rio Ave dissipou quaisquer esperanças de um empate com um penalti convertido por João Schmidt no último minuto.

O próximo jogo do Santa Clara será no próximo domingo, dia 30, na Choupana frente ao Nacional da Madeira, a contar para a 6a jornada do campeonato.

Anúncios

Não há paragem que nos pare!

Este sábado pelas 15h30 (16h30 no continente), Santa Clara e Rio Ave disputam mais 3 pontos, num jogo a contar para a 5ª jornada da Liga NOS.

Após a interrupção que houve na competição, os Açorianos procuram dar continuidade ao último resultado conseguido no campeonato (4-2 sobre o Boavista). Contudo, os vilacondenses esperam responder de uma forma positiva à derrota que sofreram na Taça da Liga frente ao SL Benfica.

Olhamos agora para o momento das equipas, tendo em conta os últimos cinco resultados conseguidos. Os açorianos estão invictos nos últimos 3 jogos, tendo apenas conhecido o sabor da derrota numa ocasião nos últimos cinco confrontos, totalizando então 2 vitórias, 2 empates e 1 derrota. Importante referir que o Santa Clara já não compete há 20 dias.

Relativamente ao Rio Ave, tem um registo semelhante à formação açoriana, tendo apenas mais uma derrota nos últimos cinco jogos realizados. Apresentam então 2 vitórias, 2 derrotas e 1 empate.

Concluindo, apenas resta analisar o histórico de confrontos entre as equipas. Num total de 10 jogos oficias disputados, o Santa Clara apresenta uma ligeira superioridade em relação ao Rio Ave, apresentando 4 vitórias, mais uma que os vilacondenses. Os restantes 3 jogos terminaram empatados.

Antecipa-se um jogo bem disputado entre duas equipas que têm apenas um objetivo: a vitória.

Antevisão (treinador)

João Henriques veio fazer a antevisão do jogo que se irá realizar amanhã frente ao Rio Ave.

O técnico acredita que vai ser um jogo complicado contra uma equipa que dispensa grandes apresentações.

Importante referir que o timoneiro do Santa Clara considerou a paragem no campeonato positiva, visto esta possibilitar alguns jogadores a ganhar ritmo.

Lição bem dada pelo Santa Clara garante a primeira vitória da temporada

O Santa Clara ganhou esta tarde ao Boavista 4-2 num jogo muito sofrido por ambas as equipas, mas vamos por partes.

O Santa Clara começou a dominar a partida e aos 20 minutos de jogo Fernando Andrade assiste Thiago Santana para o primeiro golo da partida. O Thiago Santana acabou por sair lesionado pouco depois, e a partir daí o Boavista foi ao ataque à procura do golo do empate. Numa primeira parte muito agressiva o Boavista acabou por marcar perto do intervalo através de um livre indirecto e foi o cabeceamento de Falcone que atraiçoou o guarda redes Marco.

Como já vem a ser hábito no Santa Clara, a equipa reagiu rápido ao entrar na segunda parte com Fernando Andrade a fazer o 2-1. O Boavista tentou reagir ao golo sofrido mas a experiência de Marco veio ao de cima ao quebrar o ritmo de jogo para a equipa da casa respirar um pouco. Apesar das várias tentativas do Boavista fazer o golo do empate, foi o Santa Clara a marcar mais um golo, desta feita por Osama Rashid aos 60 minutos. O Boavista não tardava muito a deixar o ar à sua graça com Talocha a fazer um bom golo num remate cruzado para a baliza. O timoneiro da equipa insular apostou num sistema de 3 centrais para os minutos finais do jogo a fim de defender o resultado até ao fim. Não só resultou como também deu para dar uma machadada final no xadrez nortenho com Osama Rashid a presentear os adeptos com um golo no último minuto, garantindo a primeira vitória do Santa Clara na Liga NOS. É caso para dizer “xeque-mate”!

O próximo encontro do Santa Clara será em casa frente ao Rio Ave sem data nem hora definidas para a realização do jogo que será após o interregno do campeonato para os jogos das seleções.