Monthly Archives: Janeiro 2018

Revista de Imprensa | 15 de Janeiro

Após a brilhante vitória de ontem passamos em revista a imprensa regional e nacional
sobre o que foi dito acerca do CDSC.

26678370_1833298536688335_7521556225662048691_o

Capa do Açoriano Oriental | 15 de Janeiro

Açoriano Oriental

 

 

images

Record

 

logoabola

A Bola

 

 

600.5550e1820cf20a7c78a7586a

Mais Futebol

 

logo

Bancada.pt

Anúncios

Minhoca, sem dó nem piedade (foi irresistível)

O CDSC ganhou. Chiça, que já não era sem tempo. Foi um CDSC mais pragmático do que o habitual e assim chegou à vitória.

Na primeira parte o CDSC entrou forte e criou várias oportunidades para chegar à vantagem. Mas aos 20 minutos de jogo as equipas deixaram de jogar e já quando só faltavam 5 minutos para o intervalo é que o CDSC voltou à carga e terminou a primeira parte a massacrar o Cova da Piedade.

Na segunda parte a toada manteve-se e o CDSC continuou a pressionar a grande área da equipa continental e numa falta cometida sobre Clemente, que jogou a titular, Minhoca na conversão do livre não deu hipótese a Pedro Alves, que foi o melhor em campo do Cova da Piedade. Estávamos no minuto 50 da partida.

Até final o CDSC controlou a partida e ainda dispôs de mais alguma oportunidades para matar o jogo.

Fica o resultado que é de grande importância para o CDSC, foram 2 meses e meio sem vencer (desde 1 de Novembro, vitória por 3-1 frente ao Benfica B no Seixal).

Foi o primeiro jogo da 2ª Volta do campeonato e espero que seja o arranque perfeito para concretizar a subida de divisão em Maio.

CDSC – CDCP (Antevisão)

Este domingo pelas 15h (16h continentais), Santa Clara mede forças com o Cova da Piedade num jogo a contar para 20ª jornada da Ledman LigaPro.

Este é mais um jogo importante para ambas equipas na luta pela subida à 1ª liga e pelos postos cimeiros da liga, mas com uma maior importância para a formação açoriana visto que não conseguem sair deste recente “fosso” de maus resultados. Nos últimos jogos o Santa Clara, à semelhança da jornada passada, não apresenta uma única vitória nos últimos cinco jogos, tendo um registo de uma derrota e quatro empates (sendo um deles a eliminação nos penaltys da Taça de Portugal frente ao Moreirense). No que diz respeito ao Cova da Piedade, também não apresenta um registo muito positivo, tendo um empate, duas vitórias e nos últimos dois jogos, duas derrotas consecutivas (a última frente ao Sporting CP, o que ditou a sua eliminação da prova rainha).

No que diz respeito ao confronto direto entre as duas equipas, estas defrontaram-se por cinco vezes, tendo os açorianos um saldo positivo em relação ao Cova, ou seja, o Santa Clara tem três vitórias e o restantes embates entre os clubes resultaram em empates.

Importante referir que a equipa de Carlos Pinto, não conta com Thiago Santana (lesão), o melhor marcador da equipa, com 10 golos no campeonato e também não conta com Carlos Pinto, o treinador da equipa devido a uma suspensão. Estas duas baixas apenas complicam mais as contas dos açorianos que já se encontram a 8 pontos do primeiro posto (FC Porto B).

Antevisão (treinador)

Desta vez foi o adjunto Marco Louçano a fazer a antevisão do jogo frente ao Cova da Piedade. Nesta abordou o momento menos positivo da equipa, mas que acredita na equipa e elogiou ainda a equipa adversária.

Nesta conferência de imprensa, ainda houve tempo para apresentar o novo reforço Rafael Batatinha, acompanhado pelo presidente e falar um pouco sobre a posição da equipa no mercado.

 

 

 

 

 

Parabéns Fernando Andrade

Hoje é dia de aniversário do avançado Fernando Andrade. Tem sido um dos jogadores mais utilizados pelo Homem e fruto disso já marcou 9 golos.

Junto com Tiago Santana tem feito uma dupla bombástica com um total de 21 golos marcados, o que representa mais de 50% dos golos marcados este ano pelo CDSC (37 golos no total).

_MG_1449.jpg

O Carrega deseja as maiores felicidades ao Fernando.

Batatinha = Grande negócio

Rafael Batatinha está de regresso ao CDSC. Um ano depois de ter sido vendido ao Chaves, Batatinha regressa ao CDSC a custo zero e com um contrato de 2 anos e meio. Um belo negócio para o CDSC que valorizou o jogador, ganhou dinheiro e agora foi recuperá-lo. A experiência em terras flavienses não foi a melhor, realizou 13 jogos quase sempre como suplente. Esta época foi emprestado ao Gil Vicente onde realizou 12 jogos sem marcar qualquer golo.

Este regresso ao CDSC será uma oportunidade para voltar a ser feliz num clube que bem conhece. Para relembrar os mais esquecidos fica o registo deste golaço frente ao Penafiel.

 

Desejamos a melhor sorte ao Batatinha neste regresso.

 

« Entradas Mais Antigas