Vitória da raça, da vontade e do crer (e muita cabecinha)

Foto | Miguel Barreira

O CDSC venceu hoje no Seixal o Benfica B, aquela que para muitos será a melhor equipa da Ledman LigaPro em termos individuais.

Mas o CDSC demonstrou em campo que só ter bom jogadores não é suficiente para vencer, é preciso ter muita cabecinha no momentos mais complicados do jogo.

E o CDSC teve. Depois de uma entrada forte por parte da nossa equipa o golo inaugural apareceu aos 19 minutos por intermédio de Fernando num cabeceamento a passe de Pineda.

Depois o Benfica B, sempre pelos pés de Willock, reagiu ao golo sofrido criando vários situações de perigo, até que aos 40 minutos depois de um canto de mangas arregaçadas, a bola ressalta em vários jogadores até que vai parar à cabeça de Willock que fez o golo do empate.

No reatamento da partida o CDSC reorganizou-se defensivamente e o Benfica B desapareceu do jogo.

Aos 54 minutos Thiago Santana sofre falta dentro da grande área e o árbitro assinalou grande penalidade. Osama Rashid converteu da marca dos 9 metros.

Aos 60 minutos o caso do jogo: Marcelo é expulso por entrada sobre Heri no meio campo do Benfica B. Foi mais o espectáculo do avançado do Benfica B do que realmente a falta do Marcelo. Resultado o CDSC ficou 30 minutos a jogar com menos um.

Ao intervalo Toni Gorupec já tinha ficado na cabine e Vítor Alves entrou para o seu lugar. Entretanto Igor Rocha entrou para o lugar de Pineda por forma a reforça o centro da defesa.

Foi um sufoco até ao final da partida, mas sem o Benfica B ter grande clarividência para alterar o resultado.

Aos 81 minutos entrou Clemente para o lugar do esgotado Thiago Santana e o CDSC recuperou alguns metros no terreno.

Depois de o árbitro ter dado 6 minutos de compensação num lance de contra-ataque o CDSC chegou ao 3-1, novamente através de Fernando, que correu meio-campo recebeu a bola de Minhoca e fuzilou a baliza do Benfica B.

Foi um jogo de grande sofrimento, de muita entre-ajuda de toda a equipa e de muita vontade de vencer. Assim se fazem os campeões.

Nota para os quase 40 adeptos açorianos que estiveram presentes no Caixa Futebol Campus e que apoiaram o CDSC desde o primeiro minuto. Já começamos a cheirar à 1ª Liga com a Bruma Vermelha a dar o mote.

Já estamos em primeiro com os mesmos pontos que o Académico de Viseu e de lá não queremos sair.

Domingo há mais bola no Estádio de S. Miguel frente ao Leixões às 15 horas.

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s