Batata Quente.

CDSC* 1-1 Rio Ave. O CDSC venceu o Rio Ave no desempate por grandes penalidades. (*4-2) na 3ª Eliminatória da Taça de Portugal.

Em Domingo marcado pelas eleições legislativas regionais, muitos foram aqueles que se deslocaram ao Estádio de S. Miguel, para recordar outros tempos, um cheirinho a 1ª Liga. E tiveram-no.

Um CDSC com estofo de primeira, a mandar no jogo e a criar as melhores oportunidades. O Rio Ave tentava responder na mesma moeda, mas foi Rafael Batatinha que desequilibrou aos 32 minutos com um chapéu a Cássio. Estava feito o 1-0.

Até ao intervalo manteve-se um certo equilíbrio no jogo com oportunidades de parte a parte.

No segundo tempo tudo foi diferente. Um CDSC a  a criar muitas oportunidades para matar o jogo e a encostar o Rio Ave às cordas. Batatinha, João Reis, Rúben Saldanha, foram várias as oportunidades perdidas.

Até que no minuto 82 Heldon, que entrou ao intervalo a substituir Ronan, faz o golo do empate. Um desatenção na defensiva do CDSC e de cabeça Heldon fez o golo do empate.

Ao minuto 90 Pineda, que entrou para o lugar de João Reis ainda teve mais uma oportunidade para marcar, mas rematou por cima da baliza de Cássio.

O prolongamento foi novamente repartido em relação às oportunidades de golo em que o destaque vai para uma bola à trave num remate de Heldon ao minuto 104.

Minuto 108 Massaia faz falta sobre Heldon e vê o segundo cartão amarelo e consequente expulsão. CDSC fica a jogar o resto do prolongamento só com 10 unidades.

Desde esse minuto o CDSC controlou a partida até ao fim sem grandes oportunidades para o Rio Ave.

Decisão do jogo através da marcação de grandes penalidades. Para o CDSC marcou: Pacheco, Batatinha, Diogo Santos e Diogo Ribeiro.

No Rio Ave marcaram: Rafa Soares e Krovinovic. Falharam: Heldon e Tarantini.

Uma vitória difícil que poderia ter sido resolvida no decorrer da segunda parte, mas o CDSC mostrou personalidade, fio de jogo e capacidade de supressão, mesmo quando estava em desvantagem numérica. O único ponto negativo a registar, nesta brilhante vitória, é a falta de concentração que a equipa revela nos últimos minutos dos jogos. Aconteceu assim em Vizela e voltou a acontecer hoje frente ao Rio Ave.

De resto venha quem vier #épaganhá #carregamartelo. Parabéns aos jogadores, equipa técnica e direção por esta saborosa vitória.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s